Receba por E-mail

quarta-feira, agosto 18, 2010

Tradução de “wound”, “weave” e “crawl” — Inglês Avançado

Decidi fazer algumas postagens relacionadas à fraseologia da literatura inglesa. Alguns que já acham que dominam o idioma podem se surpreender ao ler pela primeira vez algum livro, um romance, no idioma original.

Uma vez que os livros tentam descrever as imagens para que o leitor possa pintar mentalmente o quadro da cena, nós encontramos muitas palavras que não são usadas assim com tanta frequência no idioma.

Atente, por exemplo, à seguinte sentença:

“WE BEGAN THE STEEP CLIMB, AND THE ROAD GREW CONGESTED. As we wound higher, the cars became too close together for Alice to weave insanely between them anymore. We slowed to a crawl behind a little tan Peugeot.” (New Moon, Chapter XX, pag. 1)

Vamos aprender algumas palavras, e olhar de perto o vocabulário literário. Vamos isolar as sentenças: “As we wound higher”, “to weave insanely between them anymore”, “We slowed to a crawl behind a little tan Peugeot”.

Como traduziria essas sentenças? Ou melhor, como as entenderia?

Na primeira frase, a escritora usou “wound”, passado simples de “wind”. Embora a maioria conheça essa palavra apenas como substantivo, “vento”, ela também atua como verbo, que também tem o sentido de “serpentear”.

Assim, a tradução dessa parte na versão em português é:

“Quando nós chegamos mais alto”.

Uma vez que Alice estava cortando os carros na pista, a escritora usou o verbo “wind”, também uma conotação de velocidade.

Agora, a próxima sentença é que dá o sentido ao uso de “wind” aqui.

“to weave insanely between them anymore”.

Aqui, o verbo “weave” é usado no seu sentido metafórico. Assim, ele tanto significa “to make cloth by crossing long THREADS over and under each other on a machine called a LOOM”, como também “to move somewhere by going around and between things”, no seu uso figurado. (Macmillan)

Assim, a tradução seria:

“[Alice] não podia mais atravessar entre eles como uma insana.”

Por fim, temos:

“We slowed to a crawl behind a little tan Peugeot”.

Talvez a forma mais difícil de traduzir “a olho nu” seria o sentido de “crawl”, onde os tradutores do livro em questão verteram por “linha”. Assim, a sentença foi vertida:

“Nós paramos uma fila atrás de um pequeno Peugeot.”

Espero ter ajudado a ampliar sua capacidade de tradução.

Nenhum comentário:

Postar um comentário