Receba por E-mail

sábado, agosto 15, 2009

Aula Sobre o Verbo to be

AULA DE INGLESPara iniciar nos estudos gramaticais da língua inglesa é indispensável entender e saber usar bem o verbo TO BE. O verbo to be tem dois significados; pode significar o verbo “ser”, como também o verbo “estar”. Por exemplo, I AM pode significar tanto EU SOU como EU ESTOU, o que vai determinar qual é o correto é o contexto. Por exemplo, I AM HERE só poderia significar EU ESTOU AQUI, dificilmente iríamos traduzir EU SOU AQUI.

Outra coisa digna de nota no verbo to be é que quando vamos conjugá-lo, ele perde essa forma TO BE. Cada pronome (eu, tu, ele, etc) possui sua forma peculiar. Por exemplo, não existe I BE (eu sou) existe I AM (eu sou). Então, para se saber qual forma cada pronome terá, temos que memorizar:

I AM
YOU ARE
HE IS
SHE IS
IT IS
WE ARE
YOU ARE
THEY ARE

As contrações são comuns nas línguas. Podemos dizer “vamos PRA casa” para substituir “vamos PARA casa”. Em inglês ocorre o mesmo. O verbo to be pode ser contraído, assim, ao invés de dizer, “I AM” é comum eles falarem “I’M”. Assim, teríamos:

I’M (= I AM)
YOU’RE (= YOU ARE)
HE’S (= HE IS)
SHE’S (= SHE IS)
IT’S (IT IS)
WE’RE (= WE ARE)
YOU’RE (= YOU ARE)
THEY’RE (= THEY ARE)

Talvez você esteja se perguntando qual é a pronúncia dessas contrações. Para resolver esse problema acesse
essa página e basta você digitar cada um dos exemplos literalmente como está acima (I’m, you’re, he’s). Veja a imagem abaixo onde foi exemplificado a forma "you're". Bom, essa aula é essencial para se aprender inglês, e é muito fácil dominar essa regra gramatical.

Até mais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário