Receba por E-mail

sábado, agosto 09, 2014

Como Fazer Perguntas em Inglês?Como fazer perguntas em inglês? Basicamente do mesmo modo como fazemos em português. A diferença está no fato de que em inglês precisamos usar verbos auxiliares, ou mudar a ordem do verbo modal. Se quiser fazer perguntas no presente simples usasse o auxiliar “do”, ou “does”, no início da frase.

Do you speak English?
[Você fala inglês?]

Does she know me?
[Ela me conhece?]

OBS: Lembre-se que, quando fazemos perguntas, não usamos mais S no final dos verbos com HE, SHE e IT. Portanto, não existe does she knowS me?

O mesmo acontece quando estamos falando do passado simples. Nesse caso, usamos o auxiliar “did” no início das frases e não há exceção para HE, SHE e IT.

Did you go to the beach last weekend?
[Você foi à praia fim de semana passado?]

Did he say anything to you yesterday?
[Ele disse alguma coisa ontem?]

Se for usar verbos modais ou o verbo to be, eles não precisam de verbos auxiliares, agindo por eles mesmos. Nesse caso, basta colocá-los no início da frase.

Are you my friend?
[Você é meu amigo?]

Can you help me?
[Pode me ajudar?]

Will you travel next year?
[Você vai viajar próximo ano?]

Cf. Como Fazer perguntas com WILL

0

sexta-feira, agosto 08, 2014

Como fazer perguntas com o verbo TO BE? Todo mundo diz que não aguenta mais esse verbo, no entanto, como professor ainda vejo em alunos de intermediário erros absurdos com o uso do nosso querido “tóbé”. Nesse post buscaremos explicar com exemplos como fazer perguntas no presente com o verbo TO BE.

Basicamente, o verbo TO BE se comporta como verbo modal e, por este motivo, não precisa de verbos auxiliares, agindo por si mesmo. Para fazermos perguntas com os verbos modais, basta colocarmos o mesmo para trás do sujeito e colocarmos a interrogação ao final da sentença, ou darmos a entonação de uma pergunta ao falarmos. Para concluir, veja o quadro abaixo:


Como Fazer Perguntas com TO BE no Presente Simples



Aprenda mais:

Cf. Verbo TO BE no Presente, Passado e Futuro
Cf. Forma Negativa do Verbo TO BE no Passado
Cf. Passado Contínuo: Explicação com Exemplos


2

EXEMPLOS, EXPLICAÇÃO, PASSADO, CONTÍNUO
O passado contínuo em inglês segue a mesma ideia semântica em português. Usamos para nos referir a algo que estávamos fazendo. Por este motivo, precisamos usar o verbo “estar” (to be) no passado (was/were) + o verbo principal da sentença (speak, read, watch, hear) + o sufixo indicando gerúndio (ing). Observe alguns exemplos abaixo:

I was walking on the street.
[Eu estava andando na rua]

We were talking on the phone.
[Nós estávamos falando ao telefone.]

She was reading the Bible.
[Ela estava lendo a Bíblia]

They were eating salad.
[Eles estavam comendo salada.]

Usar o passado contínuo é simples, pois segue a mesma ideia de nossa língua. Se houver alguma dificuldade será a de aprender os verbos, ou o uso do to be no passado simples; de resto não tem o que se fazer.

1

END, FINISH, DIFERENÇA, EXPLICAÇÃO
Uma dúvida que sempre assola a mente dos alunos é a diferença no uso de algumas palavras que aparentemente são sinônimas. No caso de nossa postagem, estamos falando se existe mesmo diferença entre finish e end. É claro que, assim como em outros idiomas, existem sinônimos em inglês, mas algumas palavras são doceticamente sinônimas e finish e end são um bom exemplo disso.

Usamos o verbo finish com a ideia de “concluir algo” e, portanto, terminá-lo. Se falamos I have to finish my homework quero dizer que preciso concluí-lo. A ideia portanto é positiva, significando que algo que objetivamos está agora chegando a sua realização final. Em outros contextos, poderíamos dizer finish com a ideia negativa de extermínio, como no phrasal verb “finish (sb) off”, que significa “eliminar alguém”. No entanto, como estamos abordando o uso imediato de finish não há necessidade de colocarmos outra definição.

Com end a coisa é diferente. Seu significado semântico é de “fim”, “parar de existir”. Portanto, se alguém diz I’m going to end my relationship obtemos então a ideia de que a pessoa tenciona “pôr fim” ao relacionamento. Se pensarmos em um filme, podemos dizer que os produtores precisam terminar (“finish”) a produção para que o telespectador possa assistir do início [from beginning] ao fim [to the end]


Leia mais dicas...

Cf. Explicação de MUST
Cf. Como usar EITHER... OR e NEITHER... NOR
Cf. Aprenda inglês com prazer!

0

INGLÊS, PASSADO, SIMPLES, EXEMPLOS
O passado simples em inglês é usado para se referir a algo no passado a qual estamos apenas lembrando e que não possui efeito no presente. Iremos alistar aqui vários exemplos de uso do passado simples em inglês:

I worked last night.
[Eu trabalhei noite passada]

I spoke with her in 2005.
[Eu falei com ela em 2005.]

She cut her finger yesterday.
[Ela cortou o dedo ontem.]

He slept well during the trip.
[Ele dormiu bem durante a viagem.]

They stayed home throughout the winter.
[Eles ficaram em casa durante todo o inverno.]

Lembre-se que existem os verbos “regulares” e “irregulares” e que cada um assume uma forma dentro da frase. Se quiser uma lista dos verbos irregulares ou aprender mais sobre o passado simples não deixe de acessar esses links.
0

O vocábulo either (/ˈaɪðə US ˈiːðər/) às vezes é um tanto complicado para os estudantes compreenderem. Vamos aqui abordar seu uso e significado em uma explicação simplificada.

A palavra either pode ocorrer como conjunção para falar de uma lista de duas ou mais coisas; nesse caso usamos a forma either... or:

She’s the kind of person you either love or hate.
[Ela é o tipo de pessoa que você [ou] ama ou odeia]

Também podemos usar either... or no sentido de que se uma coisa não ocorrer algo mais acontecerá:

It’s your choice! Either she leaves or I will!
[É você que escolhe! Ou ela sai ou eu!]

£75 seems a lot to pay for a motor like this one, but it’s either that or a new car!
[£75 parece muito para pagar por um motor como este, mas [ou] é isso ou um carro novo!]

Podemos usar either também como determinador, como uma ou outra coisa/pessoa de duas.

There’s tea or coffee - you can have either.
[Tem café e chá - você pode beber ambos.]

We can offer a comfortable home to a young person of either sex.
[Podemos oferecer um lar confortável para jovens de ambos os sexos.]

Ou usamos também a formação either of:

Could either of you lend me five bucks?
[Poderia um de vocês me emprestar cinco dólares?]

Em uma sentença negativa, podemos usar either para dizer que o que estamos falando sobre duas coisas/pessoas é verdade.

I’ve lived in New York and Chicago, but don’t like either city very much.
[Eu morrei em Nova Iorque e Chicago, mas não gostei muito de nenhuma.]

Podemos suar também na forma either of, conforme exemplificado abaixo:

There were two witnesses but I wouldn’t trust either of them.
[Tinha duas testemunhas, mas eu não confiaria em nenhuma delas.]

Se queremos dizer que o mesmo ocorrerá qualquer que seja a escolha, podemos dizer either way:

You can get to Edinburgh by train or plane, but either way it’s very expensive.
[Você pode chegar em Edinburgh tanto de trem ou avião, mas ambos [ou ambas as formas] são muito caros.]

Outra aplicabilidade de either é como adverbio em frases negativas para mostrar que uma sentença é verdade sobre uma outra coisa ou pessoa, ou acrescentar uma diferente afirmação sobre os mesmos.

I haven’t seen the movie and my brother hasn’t either (=he also has not seen it) .
[Eu não assisti ao filme e nem meu irmão (ou seja, ele também não assistiu.)]

I can’t swim.’ ‘I can’t, either.’
[‘Eu não sei nadar.’ Nem eu.]

No inglês falado Americano a forma me either é usualmente dita para asseverar que uma afirmação negative é verdade sobre você.

I don’t have any money right now.’ ‘Me either.’
[Eu não tenho dinheiro nesse exato momento’. Nem eu.]

Veja mais em Como usar EITHER OR vs NEITHER NOR
0

quinta-feira, agosto 07, 2014

Explicação de Must – Como e Quando Usar

Explicação de Must – Como e Quando UsarO verbo modal must (/məst mais forte mʌst/) provem do inglês antigo “moste”, vindo de “motan” com a ideia de to be allowed to, have to. É usado para expressar a ideia de fazer algo por ser importante, necessário, ou por causa de alguma lei ou ordem.

All passengers must wear seat belts.
[Todos os passageiros devem usar cintos de segurança.]

It's getting late. I really must go.
[Está ficando tarde. Eu realmente devo ir.]

You must work hard.
[Você deve trabalhar duro.]

We must all be patient.
[Todos nós devemos ser pacientes.]

Must I pay now?
[Eu devo pagar agora?]

Accidents must be reported.
[Os acidentes devem ser relatados.]

Usamos na negativa mustn’t para dizer que algo não deve ser feito devido a alguma lei.

You mustn't talk to your mother like that.
[Você não deveria falar com sua mãe desse jeito.]

This book mustn't be removed from the library.
[Esse livro não deveria ser removido da livraria.]

We must never forget how much we owe to these brave men.
[Nunca deveríamos nos esquecer o quanto devemos a esses bravos homens]

No one must disturb him while he's sleeping.
[Ninguém deveria perturbá-lo enquanto está dormindo]

Um outro uso peculiar e diferente dos mencionados acima, é que usamos must também para fazer conjecturas, falando de algo que “provavelmente” é verdade.

Sam must be nearly 90 years old now.
[Sam deve estar perto dos 90 anos agora.]

His new car must have cost around £20,000.
[O carro novo dele deve ter custado £20,000.]

You must have been really upset.
[Você deve ter ficado realmente chateado.]

There must be something wrong he never gets late.
[Deve haver alguma coisa errada, ele nunca se atrasa.]

Ás vezes é possível usar must, especialmente no inglês britânico, para dizer que alguém deveria fazer algo porque é uma boa ideia, porque será algo bom para pessoal. No inglês Americano se usaria “should”.

You must come and stay with us in London.
[Você deveria vir e ficar conosco em Londres.]

'We must do this again,' he said. 'I've enjoyed it thoroughly!'
['Deveríamos fazer isso de novo', ele disse, 'Eu gostei muito!']

Uma outra particularidade no inglês britânico falado seria usar must para dizer que você pretende fazer algo.

I must call her tonight.
[Hoje à noite eu devo ligar pra ela.]

Ás vezes usamos must com a seguinte formação I must admit/say/confess para enfatizar o que você está dizendo:

I must say, it gave me quite a shock.
[Devo dizer, foi um choque enorme pra mim.]

Podemos também dizer (why) must you...? para dizer que o comportamento de nosso interlocutor nos encomoda.

Must you spoil everything?
[Você tem que estragar tudo?]

Why must you always be so suspicious?
[Por que você sempre tem que estar tão desconfiado?]

Juntamos com “have”, “see”, “read” com hífen para dizer que é algo que recomendamos fortemente (a must-have/must-see/must-read etc)

The exhibit is a must-see for anyone interested in Japanese art.
[A exibição é obrigatória para todos que se interessam em arte japonesa.]

Usamos também a formação if you must (do sth) para sugerir a alguém fazer algo, caso assim ela deseje.

All right, come along, if you must.
[Tudo bem, pode vir, se desejar.]

If you must smoke, please go outside.
[Se quer fumar, por favor vá para fora.]

Por último, podemos também dizer if you must know como resposta a uma pergunta que alguém te fez mas que você considerou indelicada.

Well, if you must know, I'm thirty-six.
[Bem, já que perguntou, tenho trinta e seis anos.]

O uso gramatical de must segue o mesmo de todo o verbo modal. Na afirmativa, colocamos sua forma igual para todos os sujeitos.



Na negativa, basta colocarmos n’t no final de must (mustn’t) sendo o mesmo em todos os sujeitos:

Explicação de Must – Como e Quando Usar


Na interrogativa, colocamos must atrás no sujeito:

Explicação de Must – Como e Quando Usar

Mais sobre...

Cf. Explicação dos Verbos Modais em Inglês
Cf. Verbos Modais: O Que São?
0

Aqui teremos uma explicação dos verbos modais em inglês. Não iremos lidar com a memorização dos verbos, mas como a explicação de sua funcionalidade linguística. Deve-se ter em mente que esses verbos modais agem de forma um pouco diferente dos demais verbos em inglês. Isso significa que não aplicaremos a eles as mesmas regras que os demais. Por exemplo, “work” é um verbo não modal, ou seja, um verbo “comum”, e portanto aplicamos as regras normais dos tempos verbais, como “works” para HE, SHE e IT, “worked” no passado, “did you work...?” para perguntar no passado simples, “will work” no futuro, etc. Mas com os verbos modais não aplicamos essas mesmas normas; dessa forma, se usarmos o verbo modal “must”, então jamais diremos “musts” pra HE, SHE e IT, jamais diremos “will must”, “don’t must”, “did you must...?” e assim por diante.

Os verbos modais nas três formas, afirmando, negando e perguntando, agem por si mesmos. Na afirmativa, eles são colocados na forma “pura”. Veja o exemplo com must:

VERBOS MODAIS, APRENDER, EXPLICAÇÃO


Perceba que não existe S para HE, SHE e IT. Já na interrogativa, ao invés de usar “do”, ou “did”, eles também se comportam de forma diferente, sendo colocados para trás do sujeito, conforme podemos observar no exemplo com o verbo modal can:

Explicação dos Verbos Modais em Inglês


Assim, jamais seria possível dizermos do you can help me?, e sim can you help me?. Na negativa, ao invés de usar o “don’t” usamos o sufixo “n’t” (= “not”) no verbo, ou seja, nunca diremos “don’t should” e sim “shouldn’t” e isso para todos os sujeitos. Veja o quadro abaixo:

Explicação dos Verbos Modais em Inglês


0

RÁPIDO, INGLÊS, APRENDER, MAIS
Como aprender inglês mais rápido? É inegável que vivemos em um mundo muito agitado, com muitas expectativas e muitas obrigações. Como nossa vida é tão curta e efêmera, normalmente temos pressa para obter resultados em tudo. Muitas pessoas desanimam ao estudar um idioma por causa do tempo investido. Alguns cursos de inglês elaboram uma programação de 5 anos para concluir. Creio que não há necessidade dessa prisão, que seria mais do que o tempo de uma graduação universitária.

Como eu nunca fiz curso de idiomas e aprendi por conta própria, pude observar o que facilita o aprendizado e o que retarda-o. Percebi também, com o tempo, que 90% das vezes que os alunos ficam sem saber o que dizer no conversation é porque falta-lhe vocabulário ao invés de gramática. Isso indica um fator bastante importante: Vocabulário é mais importante do que regras gramaticais. Palavras funcionam sem normas gramaticais, mas normas gramaticais não funcionam sem palavras. Outro ponto importante é que, um pouco diferente do Português, em inglês os falantes usam várias palavras – normalmente verbos – para a mesma coisa. Se você aprendeu que “scream” é “gritar”, ótimo, é o suficiente para suprir sua necessidade semântica. Mas e quando seu interlocutor disser “shout”, “yell”, “cry”, “shriek”?

Dessa forma, aconselho que ao iniciar os estudos da língua, o aluno se foque somente no vocabulário. Dedique algum tempo por dia para memorizar 3 palavras no mínimo. Baixe algum app para seu celular como o Flash Card Maker e todos os dias grave três palavras; no final do ano você já terá mais de 1.000 palavras incorporadas em seu vocabulário. Se for se sentindo confiante, vá aumentando paulatinamente para 4 por dia, 5 por dia. Digo que 3 palavras seriam o mínimo. Lembre-se que expressões e frases fazem parte do que chamei de “vocabulário”.

Se você está começando a estudar agora, faça isso e só após um ano se preocupe de ir aprendendo os primeiros passos da gramática. Já possuindo, então, um vocabulário de mais de mil palavras, você se sentirá mais confiante. Se você já está em um bom nível, aplique essa sugestão, sendo sistemático, e perceberá o leque de opções que sua mente lhe apresentará com um novo e amplo vocabulário.

Talvez queira começar com essas dicas:


Cf. Como se diz “dar-se bem com” em inglês?
Cf. Como se diz “dar-se por vencido” em inglês?
Cf. Como se diz “dar um fora em” em inglês?

0